À sua espera

tarefas

Agora que a ansiedade maior passou (embora o coração ainda bata depressa na hora de deitar e a respiração não seja tranquila) e que eu começo a concentrar-me nos aspectos positivos de ficar em casa mais cedo, tudo o que há para fazer foi escrito e começa a ser concretizado.

As malas para a maternidade ainda não estão feitas, mas a maior parte da roupa já está lavada e há-de ser passada este fim-de-semana. Os sacos para cada muda de roupa também já estão prontos a ser usados. É preciso olhar para a lista, no entanto, e comprar o que ainda falta.

O D. mexe-se e a cada movimento eu sorrio e penso estás bem e satisfeito, mas, volta e meia, dou por mim a olhar  para a barriga  no espelho, a ver se cresceu, a tentar perceber se ele estará um bocadinho maior lá dentro. Nada de pressas. Eu estou bem, o meu peso está óptimo, tudo funciona como deve ser. O D. está bem e todo o seu corpo pequenino também. Mantém-se sentadinho, todo encostado ao meu lado direito e fazemos-lhe festas, enquanto conversamos com ele, para que sinta seguro.

Aconchego no peito o dodô que há-de ser a sua primeira companhia no berço, um amiguinho pequenino com o cheiro dos pais, e imagino o D. nos meus braços. Não há nada que me tranquilize mais neste momento.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s