Meu amor

IMG_0155

Meu amor,

És do tamanho do universo, és o universo. Mas, és pequenino, mais do que era suposto neste ponto da viagem. Nada de alarmes, diz o médico, dizem as vozes amigas e as mãos quentes que seguram as minhas, trémulas. Nada de alarmes, repito eu, vezes sem conta para mim própria. Porque o medo existe e hás-de tê-lo dentro de ti, porém não quero ser eu a dar-to a conhecer tão cedo.

Quero dizer-te que tens todo o espaço para crescer, que o meu corpo aumentará o tamanho que for preciso para te aconchegar, que toda eu estou a crescer contigo e que esse crescimento é o melhor que me podia ter acontecido. Quero dizer-te que é seguro crescer, que faz parte da vida e que se te sentes bem na minha barriga, tudo farei para que te sintas ainda melhor nos meus braços. Nos braços do teu pai. Que tanto te quer. Que tanto te queremos.

Quero dizer-te que estás em primeiro lugar, que estamos a tomar as decisões que assegurem o teu bem-estar, que estamos, estou, a pôr de lado o que pode esperar, porque estamos à tua espera.

Quero dizer-te (e dizer-me) que tens tempo, não te apresses. Que a partir de agora tudo vai ser mais calmo e mais tranquilo. Que estou aqui.

Gosto tanto de ti.

2 responses to “Meu amor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s