Um segredo e uma esperança contida

fotografia

Eu tenho um segredo dentro de mim, um segredo sobre o qual ainda não tinha conseguido escrever. Talvez porque não tenho a certeza se  este segredo é real ou se é apenas imaginação. Desejo. Talvez mais longínquo ainda. Um sonho.

A verdade é que os dias mudaram e, para isso, bastou-me a incerteza. A maioria das vezes, acordo a pensar nisso, tomo decisões por causa disso, adormeço a pensar nisso. Outras vezes, porém, esqueço-me do segredo, o que me faz duvidar dele (e de mim, confesso).

O momento não é o mais certo, na minha cabeça não o planeei. O coração, porém, esvoaça na possibilidade…

Não quis criar expectativas. Não quis reflectir. As expectativas trazem, frequentemente, a desilusão. A reflexão não serve de nada quando tudo em nós é sentimento. Pelo menos para já. Amanhã, logo se vê.

Quis escrever este post para mim, antes de ter a certeza do que se passa ou não comigo (connosco). Porque quero regressar aqui, a isto que sinto hoje, quer se cale a esperança contida quer se celebre o segredo revelado.

Amanhã logo se vê.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s