E vejo uma curva, ali mais à frente…

Venho só aqui respirar fundo, porque o peito parece querer rebentar a qualquer momento. Porque a vida pode estar prestes a virar na curva (talvez a certa) que vejo ali mais à frente. Porque, como sempre tem acontecido, essa vi(r)agem traz não só o desconhecido, mas também uma despedida, uma saudade antecipada, e, desta vez, um confronto feio. Se tenho força para ele? Não tenho outra opção se não ter força! Mas, agora, é respirar, só respirar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s