O meu amor

regresso4

Hoje, fui buscar uma encomenda para o P. Eu sabia, contudo, que também era uma encomenda para mim. É quase sempre.

O meu mecenas, como gosto de lhe chamar, o meu amor, manda vir de longe felicidade embalada. Em casa, o ritual é sempre o mesmo: fecho os olhos, abro um sorriso, estendo as mãos abertas, onde ele pousa devagar a minha surpresa. Eu sei que é um livro. É sempre. Mas, é sempre surpresa. É sempre sobre o meu sonho.

O meu amor conhece o meu sonho, o meu amor alimenta-o e acarinha-o. Acarinha-me.

E eu sinto que não agradeço o suficiente. Que não luto o suficiente, embora lute todos os dias.

Obrigada.

P.S.: hoje, fui a primeira a chegar a casa, a abrir a caixa do correio, a receber festas do gato. Tão bom.

—-

Today, I picked up a package to P. I knew it was a package for me too. It always is, almost.

My maecenas, as I like to call him, my love, orders from far away packed happiness. At home, the ritual is always the same: I close my eyes, I open a smile,with hands wide open, where he slowly lays my  surprise, my gift. I know that is a book. It always is. But, it’s always a surprise. It’s always about my dream.

My love knows my dream, my love feeds it and embraces it. Embraces me.

And I feel I don’t thank him enough.  I don’t fight enough, although I fight every day.

Thank You.

P.S.: Today, I came home first, I checked the mail box first, I was cherished by the cat first. So good.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s